quinta-feira, 19 de maio de 2016

FÉ NAS IGREJAS.
Fé é uma das palavras mais usadas nas igrejas.
Todos os seres humanos vivem com os efeitos dessa palavra.
Nas igrejas, há um grande equívoco de pensar que o uso dessa palavra somente está relacionado a coisas boas:
Conseguir um bom emprego, comprar uma casa, curar uma doença, tirar um filho das drogas.
Essa palavra, por si só é neutra, assim como todas as outras.
Se uma pessoa com muito ódio desejar o mal por algum tempo, em palavras e pensamentos, carregados de forte emoção; é muito provável que ela consiga causar grandes estragos na vida da outra, mas esse mal pode ser neutralizado, se essa outra pessoa possuir uma forte concentração de bondade dentro de si - a luz do Espírito Santo de Deus.
A palavra de Deus não é exclusividade daqueles que escreveram a bíblia, mas sim, a todos aqueles que usam o dom da palavra para influenciar outros filhos de Deus a somente fazerem o bem conforme Jesus fez conforme esse versículo:
“Minha mãe e meus irmãos são aqueles que ouvem a Palavra de Deus e a põem em prática.”
Hitler e outros líderes mundiais, usaram o dom da palavra, no sentido negativo.
Entretanto, Mahatma Gandhi e Luther King, usaram o dom da palavra, no sentido positivo: que as nações sejam soberanas e não haja distinção de raças.
Uma das maneiras práticas de mostrar o poder da fé; de fazer acontecer coisas, é o seguinte:
Assim como o controle remoto fecha e abre o seu portão, trava e destrava o seu carro, controla um robot na Lua ou Marte; assim também é a força mental de cada pessoa sobre as outras e até multidões.
Estas pessoas (controles remotos) presentes nas igrejas e televisões estão manobrando as pessoas, para aliená-las ou para libertá-las.
Deus envia seus representantes para libertar.
O Príncipe das Trevas envia seus representantes para acorrentar.
Essa escravidão alienadora é muito pior do que aquela antiga escravidão da raça negra nas Américas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.